Notícias

Podcast “Oncologia no Ar” pretende aumentar a literacia na área da oncologia

Podcast “Oncologia no Ar” pretende aumentar a literacia na área da oncologia

“Oncologia no Ar” é o novo podcast, produzido pela Revista Cuidar e a Pierre Fabre, que conta com o apoio das associações de doentes: Careca Power, Europacolon, Evita e Liga Portuguesa contra o Cancro, que pretende aumentar e incentivar a literacia no plano da doença oncológica. O primeiro episódio já se encontra disponível.

A linha editorial do podcast “Oncologia no Ar” foi definida por um Comité Consultivo, cujos membros têm uma vasta experiência na área da oncologia e um conhecimento aprofundado sobre quais os temas mais importantes e prioritários para os doentes oncológicos. Este grupo é constituído pela Dr.ª Ana Martins (diretora do Serviço de Oncologia do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental e integra o Grupo de Sobreviventes da Sociedade Portuguesa de Oncologia), pela Dr.ª Catarina Malheiro (diretora da Revista Cuidar), Enf.ª Elisabete Valério (presidente da Associação de Enfermagem Oncológica Portuguesa), Dr.ª Marta Pojo (diretora de projetos de saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro - Núcleo Regional do Sul) e Tamara Milagre (presidente da Associação EVITA). 

Este é um projeto inovador que “dá voz” a quem passou por alguma forma de doença oncológica com o intuito de transmitir uma mensagem positiva e motivadora, mas também informativa, a quem esteja a passar pela mesma experiência. O podcast “Oncologia no Ar” diferencia-se por criar um espaço intimista e de partilha, entre doentes e profissionais de saúde onde se abordam temas diversificados relacionados com o percurso do doente, bem como com a experiência do médico oncologista nos diferentes contextos oncológicos. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que um quarto da população portuguesa terá, durante o período de vida, uma doença oncológica e que o cancro levará à morte cerca de 10% dessas pessoas. Valores que preocupam, mas que correspondem aos últimos dados revelados pelo Instituto Nacional de Estatística sobre as principais causas de morte em Portugal em 2018 – uma em cada quatro mortes deveu-se a tumores malignos. Estima-se que o número de diagnósticos de cancro tenha diminuído durante o ano de 2020, devido à pandemia de covid-19. É, assim, necessário investir cada vez mais na sensibilização para o tema, na necessidade do diagnóstico precoce e numa maior literacia em saúde, áreas de atuação para as quais se pretende contribuir com o “Oncologia no Ar”.

O primeiro episódio abordou a temática do Melanoma Cutâneo, um tipo de cancro da pele que regista cerca de 1000 novos diagnósticos todos os anos. Em julho, sai um episódio dedicado exclusivamente ao cancro da mama, com o testemunho da Dr.ª Joana Ribeiro e da Susana Antunes. Estes episódios estarão disponíveis nas redes sociais da revista Cuidar, Canal de Youtube da Pierre Fabre, na plataforma Spotify e nas redes sociais das associações.